Ninhal

  1. Samba de Mulher [5:53] - Léa Freire & Joyce
  2. Da Tequila [4:21] - Léa Freire
  3. Fererê [4:21] - Léa Freire
  4. Freevo [3:15] - Léa Freire & Joyce
  5. Cruces [5:36] - Léa Freire
  6. Casa da Sogra [2:57] - Léa Freire & Joyce
  7. Tanto Canto [2:55] - Léa Freire & Cláudia Ferrete
  8. Vatapá [7:14] - Léa Freire & Joyce
  9. Oásis [3:52] - Léa Freire & Joyce
  10. Maria Rita [3:25] - Léa Freire
  11. Let's do it [7:08] - Léa Freire & Jean Garfunkel

Léa Freire, flautista e compositora, ouvia desde cedo eruditos brasileiros como Guarnieri, Villa Lobos, Radamés Gnattali e Souza Lima entre outros, durante seus estudos de piano, onde também conheceu a obra de Bach, Debussy e os muitos autores estrangeiros. Coincidentemente com o período da ditadura, foi se interessando por rock and roll, fusion, funk e depois o jazz, que a trouxe de volta para a bossa nova, que chamou o choro e que mostrou o caminho para os inúmeros ritmos brasileiros, através de um processo de redescobrimento de identidade muito comum nos músicos da sua geração.

"Ninhal" é uma reunião de mais 50 músicos num projeto autoral que conta com as parcerias de Joyce e Jean Garfunkel. No repertório, sambas, frevos, valsas, salsas e baladas.

Produção: Sizão Machado
Mixagem: Sizão Machado e Miné (In Sonoris)
Masterização: Áudio Mobile Digital Audio Services Ltda.
Remasterização : Estúdio Reference - Homero Lotito
Fotos: Tarcísio Drago
Arte Final: Orlando Pedroso/CO2 Gráficos - Gravado no Studio InSonoris de Jan/94 a Set/96.

Participações Especiais: Banda Mantiqueira, Quarteto Livre, Pepe Rodrigues, Felipe Cubano, Filó Machado, Joyce, Jean Garfunkel, Teco Cardoso, Mozar Terra, Edson Alves, Lis de Carvalho, Fábio Fernandes, Edson Guilard, Cláudia Ferrete, Pirulito, Sizão Machado, Roberto Lazzarine, Tutty Moreno, Rubinho Ribeiro, Maria Rita Machado, Joana Garfunkel, Gisele Sater, Paulo Garfunkel, Luiz Bastos, Paulo Campos, Ricardo Gomes, Turquinho Filho, Ramires e grupo, Théo da Cuíca