Ná Ozzetti é uma das primeiras cantoras que representou e explorou a Vanguarda Paulista/Paulistana desde a formação do Grupo Rumo até depois em sua carreira solo. Seu álbum Estopim é genial até a última canção “Princesa encantada” que é uma moda de viola a capela.